Domingo, 21 de Julho de 2019

21/2/2011 - Sorocaba - SP

Vereador vota contra “Operação Delegada”




da assessoria de imprensa da câmara de Sorocaba

Vereador Geraldo Reis (PV), guarda municipal, vota contra convênio da Polícia Militar e apresenta emenda para beneficiar GM

Na sessão extraordinária realizada nesta quinta-feira (17), o vereador Geraldo Reis (PV) foi um dos quatro vereadores que votou contra o projeto de Lei 25/2011, do Executivo, que autoriza o Município de Sorocaba a celebrar convênio com o Estado visando delegar de maneira compartilhada atividades administrativas municipais a policiais militares.

Para o vereador, o convênio entre a Prefeitura e a Polícia Militar é um paliativo para melhorar os salários da PM sem precisar dar reajuste para a corporação. “Como o governo do Estado não consegue impedir o trabalho extra dos policiais em horário de folga, o chamado ‘bico’, em que eles atuam como guardas particulares, a solução que encontrou foi oficializar esse ‘bico’, fazendo convênio com as prefeituras”, disse Reis, ao justificar seu voto contrário.

O vereador ainda declarou que foi procurado por diversos guardas municipais que são contrários ao convênio, uma vez que, segundo eles, a Prefeitura irá pagar para o policial militar quase o dobro do que paga para um guarda municipal.

Geraldo Reis observa que o salário de um policial militar no Estado é, no mínimo, R$ 2.500, enquanto os guardas municipais recebem R$ 1.386 — uma diferença de R$ 1.114, mesmo prestando um serviço similar. “O valor de repasse para os policias militares será de R$ 16,45 a hora trabalhada, enquanto o guarda municipal, de acordo com sua remuneração básica, recebe R$ 6,93 a hora trabalhada”, explica o vereador.

Essa diferença salarial, segundo o vereador, fez com que os guardas municipais se sentissem injustiçados e fossem contra a realização do convênio.

Após a justificativa do voto, o projeto foi aprovado com cinco emendas, uma delas apresentada pelo vereador Geraldo Reis, que torna possível que os Guardas Municipais integrem o convênio.

Apresentamos emenda que acrescenta o parágrafo que autoriza a integração dos guardas municipais ao programa do Governo, assim colocando os profissionais de segurança do município no mesmo patamar que os policiais militares”, explica Reis. “Agora o Executivo avaliará as condições que serão adotadas em relação ao horário e remuneração de acordo com regulamento interno da GM”, ressalta.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Sorocaba Fácil.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Sorocaba

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças e acessórios aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de peças que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

Quando se pensa na realização de um evento social, seja ele uma festa familiar ou uma recepção empresarial,Aluguel de louças, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos a serem usados é grande. Além de consumir bastante tempo, o custo e a logística de obtenção dos mesmos é significativa.

O mercado de Aluguel de louças em São Paulo aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas em São Paulo) para um festa



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.