Quinta-Feira, 21 de Março de 2019

7/11/2018 - Sorocaba - SP

Reunião na Urbes tratou do Plano de Acessibilidade nas Calçadas de Sorocaba




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Sorocaba

20180705120412img0360

A Secretaria de Mobilidade e Acessibilidade (Semob), através da Urbes -Trânsito e Transportes realizou na manhã desta terça-feira (6) uma reunião com representantes de diversas secretarias municipais para dar continuidade à implantação o Programa de Acessibilidade nas calçadas da cidade. O objetivo é resgatar a qualidade dos passeios públicos e incluir medidas que possam contribuir e facilitar o deslocamento de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

A iniciativa municipal visa criar regras e promover o gerenciamento das calçadas. A ideia é reestruturar a forma de cuidar das calçadas, melhorando o que já existe e inibindo futuras construções inadequadas, criando assim um sistema de circulação de pedestres com segurança e com o mínimo risco de acidentes devido a qualquer tipo de obstáculo.

O Programa possui uma Equipe Gestora que conta com funcionários da Semob-Urbes; SAAE; Secretaria de Conservação, Serviços Públicos e Obras (Serpo); Secretaria de Planejamento (Seplan); Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom); Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema) e Secretaria de Saneamento (Sesan) que se reúnem semanalmente para implantar o programa.

Dentre as frentes de trabalho está a readequação das calçadas dos próprios municipais, começando pelas Unidades Básicas de Saúde. A iniciativa irá analisar as calçadas de cada unidade, melhorando o que já existe e completando com o que falta para oferecer um sistema eficiente de circulação de pedestres com segurança e acessibilidade. A proposta é que as calçadas dos próprios municipais sirvam de exemplo para as calçadas das propriedades particulares.

A Equipe se reúne periodicamente para tratar do assunto. Após terem verificado toda a legislação municipal existente e fazer uma compilação, com base no Código de Trânsito Brasileiro, Política Nacional de Mobilidade Urbana (lei nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012), PDTUM, Estatuto das Cidades, Estatuto do Idoso, entre outros, que estabelecem normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida, criou-se frentes de trabalho como a readequação das calçadas dos próprios municipais, a readequação das calçadas do centro, a desobstrução de calçadas e a criação de uma cartilha de orientação para construção de calçadas.

Atualmente, o modelo de construção de calçadas em Sorocaba segue um padrão: o poder público autoriza a construção, o empreendedor implanta parte da via sem a calçada, cabe ao morador executar a calçada e ela normalmente fica fora do padrão desejável, com interferências de árvores, lixeiras, postes, servindo muitas vezes como depósito de material de construção, mato, degrau, rampa, ou seja, sem a devida continuidade e nenhuma acessibilidade. Com a implantação do programa, Sorocaba seguirá novo um padrão de gestão, que prevê a ampla divulgação do conceito de continuidade, manutenção do padrão do passeio e de implantação de medidas de acessibilidade, na qual a população vai participar como co-autora.

Com a implantação do programa, Sorocaba seguirá um novo padrão de gestão, que prevê a ampla divulgação do conceito de continuidade, manutenção do padrão do passeio e de implantação de medidas de acessibilidade, na qual a população vai participar como co-autora.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Sorocaba Fácil.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Sorocaba

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças e acessórios aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de peças que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

Quando se pensa na realização de um evento social, seja ele uma festa familiar ou uma recepção empresarial,Aluguel de louças, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos a serem usados é grande. Além de consumir bastante tempo, o custo e a logística de obtenção dos mesmos é significativa.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.