Sábado, 16 de Fevereiro de 2019

24/1/2019 - Sorocaba - SP

Governo Crespo: Rumo à Sorocaba 100% Inteligente




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Sorocaba

Muitos já devem ouviram falar sobre Cidades Inteligentes (Smart Cities) e sua importância no desenvolvimento tecnológico e sustentável. Foi pensando nisso e na sua viabilização em Sorocaba que o prefeito José Crespo convidou um dos maiores conhecedores no assunto, Silvio Barros, para palestrar para os servidores municipais e representantes da sociedade civil no ultimo dia 22, no Teatro Municipal Teotônio Vilela (TMTV).

Após participar de um seminário em Barcelona, Espanha, José Crespo deparou-se com essa possibilidade de desenvolvimento para Sorocaba e, baseado nos conceitos expostos propôs a discussão entre o poder público e as representantes da sociedade para que juntos aprendessem e viabilizassem uma Sorocaba dentro dos preceitos de Smart Cities, que são sistemas de pessoas interagindo e usando energia, materiais, serviços e financiamento para aumentar o desenvolvimento econômico das cidades.

A iniciativa da Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Planejamento e Projetos; Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Renda; Parque Tecnológico e da Secretaria de Comunicação e Eventos, contou com a presença do prefeito de Piedade, José Tadeu de Resende e de Milton Feitoza, representando a prefeitura de Votorantim. Além do Deputado Federal, Cap. Derrite, e dos vereadores Luiz Santos, Renan Santos, Iara Bernardi e Péricles Regis. Também estiveram presente representantes da Facens, Fatec, Associação Comercial de Sorocaba (ACSO), Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp).

O principio de cidades inteligentes consiste em fazer uso estratégico de infraestrutura, de serviços, de informação e de comunicação com planejamento e gestão urbana, ou seja, buscando dar resposta às necessidades sociais e econômicas da sociedade. E não simplesmente para alimentar a economia.

Segundo o Cities in Motion Index, do IESE Business School na Espanha, as 10 dimensões que indicam o nível de inteligência de uma cidade são: governança, administração pública, planejamento urbano, tecnologia, o meio-ambiente, conexões internacionais, coesão social, capital humano e a economia. No entanto, Silvio Barros, que é engenheiro civil com especialização em engenharia sanitária e ambiental, explicou que além de ficar medindo os índices, a discussão deve girar em torno do que o poder público e os representantes da sociedade civil podem juntos mudar para tornar uma cidade mais inteligente.

O exemplo dado no encontro foi da cidade de Maringá, onde Silvio foi prefeito por duas gestões, quando desenvolveu uma parceria com a sociedade civil organizada no planejamento e administração da cidade possibilitando revitalizar, aprimorar seus sistemas de transporte e lidar com problemas antigos de infraestrutura.

Cabe agora aos agentes dar continuidade à semente lançada no encontro, para que Sorocaba seja 100% Inteligente, e possa se desenvolver economicamente ao mesmo tempo em que aumente a qualidade de vida dos sorocabanos ao gerar eficiência nas operações urbanas, fazendo uso da tecnologia para melhorar a infraestrutura e tornar os centros urbanos mais ágeis, adaptáveis às necessidades da população e mais agradáveis para se viver.

Cidade inteligente não é uma utopia. É necessidade para um futuro melhor.

Muito Mais Por Sorocaba!



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Sorocaba Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.