Quarta-Feira, 15 de Agosto de 2018

2/3/2011 - Sorocaba - SP

CPI do Empréstimo teve seus trabalhos suspensos




da assessoria de imprensa da câmara de Sorocaba

Os membros da comissão decidiram suspender os trabalhos até que seja deliberado o requerimento do líder do governo que solicita o arquivamento da CPI

Formada na manhã desta terça-feira (1º), quando seus membros foram nomeados pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Marinho Marte, a CPI do Empréstimo realizou sua primeira reunião na tarde do mesmo dia. O principal assunto da pauta foi o requerimento do líder do governo na Casa, vereador José Francisco Martinez (PSDB), solicitando o arquivamento da referida Comissão Parlamentar de Inquérito.

Apresentado durante a sessão ordinária, com a assinatura de 14 vereadores, o requerimento do líder do governo foi encaminhado à Secretaria Jurídica, que irá emitir seu parecer técnico sobre o mesmo. Só após esse parecer é que o presidente da Casa, vereador Marinho Marte, irá decidir se acata ou não o arquivamento da CPI.

Representando na CPI cada partido com assento na Casa, reuniram-se os vereadores José Crespo (DEM), José Francisco Martinez (PSDB), Carlos Cezar da Silva (PSC), Francisco França (PT), Anselmo Neto (PP), Irineu Toledo (PRB), Helio Godoy (PTB), Rozendo de Oliveira (PV), Benedito Oleriano (PMN) e Gervino Gonçalves (PR), o Cláudio do Sorocaba I. O vereador Antonio Carlos Silvano (PMDB), que integra a comissão, não estava presente.

José Crespo propôs que fossem escolhidos o presidente e o relator da comissão. Já o vereador José Francisco Martinez propôs que a CPI tivesse seus trabalhos suspensos até que fosse decidida a questão do requerimento pedindo que ela seja arquivada. Com os votos contrários de José Crespo e Francisco França, a proposta de Martinez foi aprovada. Os vereadores Rozendo de Oliveira, Benedito Oleriano e Claudio do Sorocaba I não estavam presentes no momento da votação.

A CPI do Empréstimo tem o objetivo de investigar possível crime de improbidade administrativa por parte do prefeito Vitor Lippi no caso em que a Prefeitura Municipal pagou empréstimo contraído por servidores públicos com um banco privado.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Sorocaba Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.