Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019

Delivery

>

Como montar um Delivery?

Como montar um Delivery?

 

O restaurante vai bem, os clientes estão satisfeitos. Com o salão sempre cheio, o proprietário começa a pensar em um serviço para entrega de seus pratos. Montar uma estrutura de delivery traz custos e preocupações adicionais, desde a realização de pesquisas de mercado até a montagem do atendimento, o cuidado com as embalagens, e as estratégias de divulgação. Mas o investimento, se feito de forma adequada, pode oferecer alto retorno para o estabelecimento.

Atualmente, os restaurantes podem optar por terceirizar uma parte do serviço, ou montar uma estrutura própria. Esta foi a opção do Arabia, restaurante localizado nos Jardins, em São Paulo. Segundo o proprietário Sérgio Kuczynski, a decisão foi tomada para que a qualidade do serviço pudesse ser acompanhada de perto. O delivery, já previsto no projeto inicial da casa, foi posto em prática um ano após a inauguração. Uma das vantagens de ter se preparado antes da abertura foi não precisar fazer qualquer reforma para acomodar o delivery. Tudo fica separado do atendimento do salão.

“A gestão é realmente complicada. É preciso estar atento ao treinamento dos funcionários, uniforme, embalagens, porque a partir do momento que tem um veículo na rua transportando seu produto, isso se torna um cartão de visitas do seu estabelecimento”, diz o proprietário do Arabia.

Para dar conta do recado, Kuczynski tem uma supervisora só para o delivery. Ele terceirizou apenas a criação e a impressão dos materiais gráficos e o desenvolvimento do software de gestão.

No Tendai Sushi, a demanda de clientes levou os proprietários a implantarem o serviço de entregas dois anos após a inauguração. Como o forte do restaurante é o rodízio, surgiu um impasse sobre como entregar os pratos. Os donos fizeram algumas pesquisas de mercado para entender o que os clientes esperavam de um delivery de restaurante japonês. “Percebemos que as pessoas se incomodavam muito em ter como opção somente combinados, então decidimos colocar no delivery a opção dos pares. Assim, o cliente não precisa pagar por algo que não gosta e fica à vontade para criar seu pedido”, conta Fabio Kozlowski, um dos proprietários do Tendai.

Para oferecer o serviço, foi necessário ampliar a cozinha, para ter um espaço especifico de produção do delivery. Praticamente todo o cardápio está disponível para entregas, exceto as sobremesas. “O delivery é uma ótima maneira de firmar sua marca, além de ter um retorno financeiro”, afirma Kozlowski.

Os detalhes são tantos que pode ser vantagem contratar uma empresa terceirizada. A Multidelivery por exemplo, presta serviço para mais de 100 restaurantes, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Para cuidar de todo o atendimento, entrega e divulgação, a empresa cobra 27% do valor de cada prato entreguee mais uma taxa mensal. O restaurante é divulgado no site e na revista da empresa, distribuída junto com todos os pedidos.

A Multidelivery cuida de tudo: o número de entregadores necessários é calculado conforme a demanda de cada restaurante. Se a demanda aumenta, são enviados mais entregadores. A empresa possui uma única central de atendimento, a Disk Cook, que atende os pedidos de clientes de todos os restaurantes participantes.

“Não é necessário investimento em software, embalagens e divulgação. O restaurante fica livre de problemas trabalhistas, já que os funcionários são contratados da nossa empresa, além de contar com o nosso banco de dados de mais de 200 mil clientes”, afirma Patrick Sigrist, dono da Multidelivery.

Até a rede americana Pizza Hut optou por trabalhar com a Multidelivery, mas apenas para o atendimento ao consumidor. Foi criado um “disk” exclusivo para a pizzaria. “As outras áreas nós cuidamos internamente”, diz Reynaldo Zani, diretor de comunicação da Pizza Hut na Grande São Paulo.

 

Fonte:http://gestaoderestaurantes.wordpress.com/2008/01/13/delivery/

Imóveis em Sorocaba

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças e acessórios aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de peças que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

Quando se pensa na realização de um evento social, seja ele uma festa familiar ou uma recepção empresarial,Aluguel de louças, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos a serem usados é grande. Além de consumir bastante tempo, o custo e a logística de obtenção dos mesmos é significativa.

O mercado de Aluguel de louças em São Paulo aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas em São Paulo) para um festa



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.