Quarta-Feira, 19 de Dezembro de 2018

AGENDA DE EVENTOS EM SOROCABA

(CADASTRE SEU EVENTO)

Compartilhar EventoCompartilhar:

09/11 - Showtime

Evento Realizado

Local: Asteroid

Horário:


 

Multicultural. Aos que precisam de definição, é assim que a Cataia se apresenta.
Paulistas, fazem da pluralidade da terra da garoa, das influências trazidas de todos os
cantos do país, suas bases sonoras. Assumem de vez o caráter tupiniquim das várias
faces da nova música popular brasileira sem a pretensão de reinventar a roda. Vão de
Norte à Sul em um só show. Regionais, sim. Um mosaico musical que alia côco,
maracatu, baião, caipira, cordel, ciranda e afro a uma liga roqueira, pesada.
Flauta, viola, violão, guitarra, cavaquinho, baixo, djembê, congas, pandeiros, caixa,
zabumba, sanfona e muito carisma, é o mínimo que se espera da experiência ritmada que
vem do palco. Alto e, principalmente, bom som. Há oito anos na estrada, a Cataia embarca
em uma nova fase guiada pela mistura de gêneros reforçada em seu segundo disco,
Cataia (2008). Reunindo composições originais, versões rearranjadas e uma série de
influências que vão de Hermeto Pascoal a Led Zeppelin, eles abrem caminho para essa
nova empreitada.
Com participações do cantor e compositor Tião Carvalho, Janaína Pereira, vocalista da
banda Bicho de Pé, e José Mojica Marins, o inconfundível Zé do Caixão, Cataia é, sem
dúvida, o maior reflexo do que faz a cabeça destes seis músicos. Hippies, moderninhos,
forrozeiros, alternativos, rockers, e membros das demais tribos: uni-vos em prol da
música. Aceitem este convite e simbora curtir a Cataia. Criada em 2001 na Ilha do
Cardoso, litoral sul de São Paulo, a Cataia é: Alexandre Benato (guitarra, cavaquinho, viola
de 10 e voz) Edson Figueroa (baixo e voz) Fabrício Batalha (percussão e voz) Richard
Lefèvre (sanfona e percussão) Rodrigo Fonseca (voz, violão e flautas) Washington Moreira
(voz e percussão) Com dois discos lançados, o grupo conquista admiradores por onde
passa. Nesta Terra de Ninguém (2002) - posto em prateleiras européias pela Suave
Music, impressionou a crítica francesa que, na ocasião, comentou: "Cataia toca um som
que mistura o natural, o real e o fantástico", Libération. Em seguida foram convidados a
participar de duas coletâneas do selo - Forró For All, com "Intervero na Casa de Nicolá" e
"Amarelo que Brilha" e Forró For All 2, com "Mangabeira" e "Xaximbo". Já passaram por
palcos de capitais como São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis, Rio de Janeiro,
Belo Horizonte, além de cidades espalhadas pelo interior paulista.
Data: sexta-feira
Horário: a partir das 22h.

Multicultural. Aos que precisam de definição, é assim que a Cataia se apresenta.

Paulistas, fazem da pluralidade da terra da garoa, das influências trazidas de todos os

cantos do país, suas bases sonoras. Assumem de vez o caráter tupiniquim das várias

faces da nova música popular brasileira sem a pretensão de reinventar a roda. Vão de

Norte à Sul em um só show. Regionais, sim. Um mosaico musical que alia côco,

maracatu, baião, caipira, cordel, ciranda e afro a uma liga roqueira, pesada.

Flauta, viola, violão, guitarra, cavaquinho, baixo, djembê, congas, pandeiros, caixa,

zabumba, sanfona e muito carisma, é o mínimo que se espera da experiência ritmada que

vem do palco. Alto e, principalmente, bom som. Há oito anos na estrada, a Cataia embarca

em uma nova fase guiada pela mistura de gêneros reforçada em seu segundo disco,

Cataia (2008). Reunindo composições originais, versões rearranjadas e uma série de

influências que vão de Hermeto Pascoal a Led Zeppelin, eles abrem caminho para essa

nova empreitada.

Com participações do cantor e compositor Tião Carvalho, Janaína Pereira, vocalista da

banda Bicho de Pé, e José Mojica Marins, o inconfundível Zé do Caixão, Cataia é, sem

dúvida, o maior reflexo do que faz a cabeça destes seis músicos. Hippies, moderninhos,

forrozeiros, alternativos, rockers, e membros das demais tribos: uni-vos em prol da

música. Aceitem este convite e simbora curtir a Cataia. Criada em 2001 na Ilha do

Cardoso, litoral sul de São Paulo, a Cataia é: Alexandre Benato (guitarra, cavaquinho, viola

de 10 e voz) Edson Figueroa (baixo e voz) Fabrício Batalha (percussão e voz) Richard

Lefèvre (sanfona e percussão) Rodrigo Fonseca (voz, violão e flautas) Washington Moreira

(voz e percussão) Com dois discos lançados, o grupo conquista admiradores por onde

passa. Nesta Terra de Ninguém (2002) - posto em prateleiras européias pela Suave

Music, impressionou a crítica francesa que, na ocasião, comentou: "Cataia toca um som

que mistura o natural, o real e o fantástico", Libération. Em seguida foram convidados a

participar de duas coletâneas do selo - Forró For All, com "Intervero na Casa de Nicolá" e

"Amarelo que Brilha" e Forró For All 2, com "Mangabeira" e "Xaximbo". Já passaram por

palcos de capitais como São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis, Rio de Janeiro,

Belo Horizonte, além de cidades espalhadas pelo interior paulista.

Data: sexta-feira

Horário: a partir das 22h.

Preço: R$ 15 de entrada ou R$ 35 de consumação Aceitamos: Visa / Mastercard /Diners /

Amex Com banheiro para cadeirante e amplo espaço externo para fumantes.

Somente maiores de 18 anos

R. Aparecida, 737 | Santa Rosalia | Sorocaba/SP | 18095-000 | (15) 3329.2767 |

www.asteroid.art.br

 





CALENDÁRIO

Selecione abaixo a data desejada para conferir os eventos!



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.