Sábado, 22 de Setembro de 2018

Vander Christian

Vander Christian é apaixonado pelo mundo da leitura e escrita. Autor dos romances KARINA e PASSADO E PRESENTE.

Redes Sociais:





Últimos artigos

Ver todas as colunas

Estatísticas



 

Estamos diante de algo que talvez ninguém esperava que fosse acontecer. Os caminhoneiros decidiram mostrar o seu valor, a sua importância e a sua utilidade. Já ouvi muita gente criticar os caminhoneiros no trânsito. Agora, diante dos transtornos que essa greve está causando, existe a chance de muitas pessoas, em especial o governo, enxergar que ninguém sai por aí dirigindo um caminhão, ou uma carreta, porque é lindo e tudo mais. Muitas coisas precisam desses veículos para chegar ao seu destino. No Brasil, infelizmente, só aprendemos a dar valor quando nos vemos sem nada. Isso já faz parte da nossa cultura. E se nós não temos o hábito de valorizar certas coisas, imagine os políticos, que ficam lá em Brasília, no conforto e cercados de regalias. Agora todos aparecem na mídia com fisionomias fechadas, dizendo que estão fazendo de tudo para garantir a ordem. Dizem que vão multar quem tiver parado nos acostamentos. Pessoas criticam a greve, outras dizem apoiar. Prefiro olhar mais adiante, lá no meio da lama e das matas, onde homens ficam muitos dias sem conseguir voltar para casa. O lar é dentro da cabine de uma carreta, sem conforto e com pouca higiene. Lá ninguém reclama dos caminhoneiros parados nas estradas. Lá o governo não faz uma força tarefa. Nenhum ministro aparece na mídia com o semblante preocupado e dizendo que está pensando numa solução. Fácil saber porque o governo finge não enxergar esse problema. Infelizmente os caminhoneiros que ficam presos nas estradas precárias do norte do país, gritam, protestam, mas as suas vozes não são ouvidas por ninguém. Os números de caminhões presos na lama viram nada menos do que números; entram para as estatísticas. Longe de lá, o protesto chama a atenção. Os caminhões estão no asfalto. No asfalto residem pessoas importantes, no asfalto os caminhões não podem ficar parados. Só aí vão começar a dizer que os remédios vão acabar e que a greve é criminosa. Mas lá nas estradas cobertas de lama, não tem crime nenhum. Lá as carretas podem ficar a vida toda, afinal são apenas estatísticas mesmo...












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.