Quinta-Feira, 11 de Agosto de 2022

Murilo Mendes Maciel

Formação: Doutorado em Teologia Ministerial pela FATECBA e Licenciatura em História pela UNINTER

Ver todas as colunas

Comandar muitos é o mesmo que comandar poucos



Na antiguidade chinesa, encontramos uma figura que alguns chegam a considerar mito; mas, o fato é que o grande general e filósofo Sun Tzu, que a tempos deixou ao seu povo a obra que chegou até nós - A ARTE DA GUERRA - onde encontramos escrito:"Comandar muitos é o mesmo que comandar poucos".

Obra esta muito utilizada não apenas no meio militar e na área da segurança, mas, na área de gestão. Onde administradores tem procurado seguir seus princípios filosóficos.

Comandar muitos é uma grande responsabilidade, mas, comandar poucos exige a mesma estratégia e tática empregada no comandar muitos.

Na Bíblia  Sagrada também encontramos um grande exemplo de organização, focada em um propósito. No caso bíblico é a história de Gideão; onde este com 300 homens distribuidos em 3 companhias enfrenta o exército dos Midianitas e Deus lhe dá vitória.

A organização sábia; surte resultados que prosperam empreendimentos.

Uma nação de grande porte e potencial precisa possuir uma organização sábia; que coloque as pessoas certas nas funções certas, e estas tenham condições de trabalhar unidas em um mesmo propósito.

Procurando seguir este princípio, gestores teram êxito em suas atividades independente de sua área de atuação.

Para que esse êxito se torne em sucesso; Deus deve estar no controle e em primeiro lugar; abençoando o empreendimento, a empreitada, a atividade.












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2022, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.