Domingo, 14 de Agosto de 2022

João Paulo Silva

João Paulo Silva é estudante de Letras pela Universidade Estácio de Sá e é completamente apaixonado por livros, sempre buscando incentivar a leitura como arte e, principalmente, como acesso ao conhecimento para o desenvolvimento social e crítico.

Ver todas as colunas

'A Revolução dos Bichos': uma crítica em forma de fábula



Como pode um livro descrever com tanta precisão a vida no presente, quando o próprio autor há muito já deixou o mundo? Ou será que nossa vida, nossa vida política, já é assim há muito tempo?

Nesse caso, podemos observar que a verdadeira literatura sempre consegue realizar tarefas complexas que são declaradas "impossíveis". A literatura está onde tudo é possível. 

O escritor britânico George Orwell (1903-1950), cujo nome verdadeiro era Eric Arthur Blair, sempre quis apontar queixas políticas com seus livros – especialmente na forma de sátira. Ele é mais conhecido por suas duas obras “A Revolução dos Bichos” e “1984”.

Em “A Revolução dos Bichos” (“Animal Farm”), publicado em 1945, Orwell usou da fábula, narrativa literária em que os personagens são animais que apresentam características humanas, para contar a história e o curso de uma revolução. O que a princípio parece ser uma história infantil inofensiva é, na verdade, uma poderosa crítica satírica, mas contundente do stalinismo, e a qualquer sistema totalitário.

George Orwell, criticou tanto a revolução russa de 1917 quanto a ditadura posterior de Stalin com seu livro. Não é difícil para qualquer leitor atento perceber paralelos com eventos históricos e pessoas.

No entanto, reduzir a fazenda dos animais apenas para as condições russas e soviéticas é muito unilateral. Em vez disso, a fábula de Orwell procurou expor os padrões comportamentais e práticas dos estados totalitários em geral.

 












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2022, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.